13/03/2022 às 22:42 Moda

Moda Lisboa l Lisboa Fashion Week

24
5min de leitura

E essa semana rolou o Lisboa Fashion Week, a semana de moda mais badalada na capital de Portugal.

Vale lembrar, em primeiro lugar, que depois da pandemia foi a primeira edição que a gente pode comparecer em número maior fisicamente ao local. Claro que os convites foram restritos e o uso de máscaras era obrigatório em ambientes fechados..

Dá até um friozinho na barriga, uma mistura de ansiedade com alegria, difícil explicar, mas que foi muito bom ver de novo sorrisos estampados nos rostos, ah isso foi!

A semana de moda aconteceu entre os dias 10 e 13 de março no Hub Criativo do Beato.

O tema foi Meta Physical,  "é meta, e é físico — em constante experimentação, que cruza as geografias da Moda, da Tecnologia, da Inovação e da Arte num caminho de encontro de práticas multidisciplinares onde se ensaiam novas possibilidades de permanência."

Será que esse reencontro físico será o mesmo?

O quanto mudamos nossa forma de pensar e conectar e enxergar o mundo e o outro?

Tudo isso é observado por todos os setores e não poderia ter uma menor proporção no mundo da moda.

Será que esse retorno nos trará ainda mais consciência sobre o que consumimos? De onde vem as coisas, como são feitas, por quem são feitas e para onde vão?

Talvez essa parada brusca no mundo tenha sido o gatilho que precisávamos para parar e reconstruir tudo, tudo desde os pensamentos.

Mas esse papo é pra perdurar horas de diálogo, quis mesmo deixar aqui apenas a sementinha do meu pensar.

Voltando aos palcos do fashionismo, pudemos ver brilhar diversos designers com seus impecáveis trabalhos, desfilando muito talento no evento.






imagens retiras do site Moda Lisboa

Que time! Realmente fiquei sensibilizada com a organização, a apresentação, os looks, a recepção, num contexto geral diria: RECOMENDO um dia de fashion week na capital portuguesa para todos!

Não vou abordar aqui os conceitos de moda apresentados, pois trarei alguns posts específicos sobre os designers e minha percepção, mas já adianto que alguns detalhes me marcaram muito: a grande presença da cor preta, os tons terrosos, mais especificamente o marrom, plataformas bem elevadas, botas e muito recorte assimétrico. Não poderia deixar de citá-los, afinal eles ficaram bem marcados na minha memória.

Filipe Augusto Studios

Cravo Studios

Inês Manuel Baptista

Além do clássico desfile, que é o up do show, pudemos conferir também, o fast talks e as exposições.

" As Fast Talks reúnem, todas as edições, painéis de especialistas para refletir na primeira pessoa as suas experiências e visões de futuro, abordando temas essenciais à Indústria da Moda como a sustentabilidade, o empreendedorismo, a tecnologia e inovação, os novos paradigmas na criação de marca e distribuição. Entre conversas informais e workshops, esta discussão interdisciplinar aborda múltiplos conceitos, definições e projeções históricas e culturais em confronto."

"Em 2022, a campanha Portuguese Shoes da APICCAPS, homenageia obras e artistas de referência da pintura portuguesa, recriando os ambientes que simbolizam a identidade artística que nos distingue como país.

Há 12 anos que a indústria do calçado celebra as artes e a cultura nacional, caminhando a seu lado e questionando: “Pode a indústria ser uma forma de arte?”. Este ano, na certeza dessa missão, a APICCAPS volta a reforçar a premissa de que a indústria é uma aliada dos artistas e que juntos criam momentos únicos e objetos de desejo.

Foram eleitos seis pintores portugueses de referência (Amadeo de Souza Cardoso, Almada Negreiros, Eduardo Afonso Viana, José Malhoa, Júlio Pomar e Paula Rego) e dois dos mais talentosos atores da sua geração, Albano Jerónimo e Anabela Moreira, dão vida a alguns dos seus quadros mais emblemáticos.

Sob a lente de Frederico Martins, esta interpretação fotográfica procurar captar a essência dessas obras, num elogio à tradição e à alma portuguesa, que nos distingue e, porque não dizê-lo, nos une e nos orgulha.

Há sempre magia no saber fazer (muito) bem feito, com um olhar de autor, na escolha dos melhores materiais, recortes, detalhes e encantos; feitos com o cuidado, tempo e dedicação que dura e perdura por gerações de artesãos. Como na pintura ou no cinema, na música, na dança e no teatro, a moda, e dentro dela o sector o calçado, é uma forma de arte e tradição portuguesa, mas também de modernidade, porque é viva e palpitante, anda conosco todos os dias.

A arte e a tradição de um país podem estar aos seus pés?

Estas campanhas pretendem, mais do que elogiar o talento nacional e retratar uma identidade, abrir uma porta para o exterior. Na sua génese, pretendem valorizar a herança do passado e do que fazemos melhor, para que esta qualidade e beleza sejam apreciados por todos, num mundo cada vez mais rápido e instável, e se cruzem com outros talentos e culturas, sejam um exemplo do que continua e perdura e encanta, mas sempre a aperfeiçoar-se em direção ao futuro."


"A ModaLisboa METAPHYSICAL e a CABANAmad apresentam EGO SELFIE HOTEL WITH SOUNDBATH, uma experiência artística imersiva.

Falar em selfie é falar em ego. Se não fotografamos, não aconteceu; se não nos fotografamos, não estávamos lá. A presença digital é o comprovativo, a fatura com contribuinte da presença física: é o que nos dá crédito na comunidade, o que nos posiciona, nos retrata e nos valida.

Mas para que este narcisismo digital e comunitário exista, precisa (ainda) de uma comparência física. Esta é a base do tema da Lisboa Fashion Week e é também o núcleo do EGO SELFIE HOTEL WITH SOUNDBATH, construído em parceria com a CABANAmad e com curadoria de Antonio Lettieri: um espaço com instalações de artistas plásticos e Designers ModaLisboa, cada uma pensada para ser vivida em físico e em meta. As obras são construídas para ser fotografadas e partilhadas com #egoselfiehotel, para que a sala atinja o seu propósito híbrido — com essas partilhas, construir-se-á um mural digital na conta de Instagram criada para o evento — e serão assinadas por Atelier Contencioso, Giovanni De Francesco, Alessandro Di Giampietro, BÉHEN (projeto promovido pela Secretaria Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego através do Centro de Artesanato e Design dos Açores), Daniele Giannetti, Anna Grenman, Lidija Kolovrat e Marta Pombo."

Essa foi minha primeira vez na Semana de Moda de Lisboa e fiquei extremamente apaixonada, mesmo com o tempo fechado e muita chuva caindo do céu, deu pra sentir a energia calorosa do evento.

Para quem acompanhou... fiz muuuuuitas imagens no Instagram do Fashion TV Brasil, se você perdeu, deixei um destaque no meu Insta com tudo salvo, é só clicar hahaha.

beijinhos e até o próximo post


13 Mar 2022

Moda Lisboa l Lisboa Fashion Week

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

fashion week lisboa fashion week moda lisboa semana de moda semana de moda 2022 semana de moda março 2022

Quem viu também curtiu

12 de Jun de 2020

Que roupas usar depois dos 40 anos.

21 de Set de 2020

Poá tendência verão 2021

07 de Jun de 2020

Looks para baixinhas

Oiiieeee! Se quiser tirar alguma dúvida por whatsapp , é só clicar aqui!
Logo do Whatsapp